Vamos começar pelo início: O que é a sustentabilidade de que tanto se fala?
Notícias

01 Outubro 2022

Vamos começar pelo início: O que é a sustentabilidade de que tanto se fala?

Vamos começar pelo início: O que é a sustentabilidade de que tanto se fala?

Já toda a gente ouviu falar de sustentabilidade em algum momento da sua vida. Tem quase tanta fama como a figura do pai-natal. Com apenas uma pequena grande diferença: da sustentabilidade fala-se o ano todo. Seja porque alguém traz para cima da mesa a famosa discussão sobre as palhinhas de plástico, ou porque somos incentivados a consumir produtos biológicos, ou até a comprar uma peça de roupa mais sustentável do que outra.

Mas estes não passam de pequenos exemplos ilustrativos de algo maior e complexo. O melhor é começar pelo início. O que é, afinal, a sustentabilidade?

A definição que reúne mais consenso e é recorrentemente citada é a de um relatório chamado Our Common Future, também conhecido por Relatório Brundtland, publicado em 1987 por uma Comissão da ONU. Este relatório, que usou pela primeira vez o conceito de desenvolvimento sustentável, definiu sustentabilidade como sendo a capacidade de satisfazer as necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazerem as suas próprias necessidades, enquanto se garante um equilíbrio entre o crescimento económico, o cuidado com o ambiente e o bem-estar social.

Ao contrário daquilo que as pessoas apensam, a sustentabilidade não se encerra apenas em temas ecológicos e ambientais. Envolve vários outros fatores. E também não é só uma preocupação dos Governos e das ONGs, mas também do setor privado – que tem feito dela uma estratégia a longo prazo. Existem, aliás, um conjunto de fatores que ajudam empresas a seguirem um caminho mais responsável e consciente, conseguindo ter não só lucro como um impacto positivo na sociedade.

Um desses critérios são os Indicadores ESG (Environmental, Social and Governance, na sigla em inglês), que integram questões ambientais, sociais e de governança que ajudam a avaliar o impacto de uma determinada organização na comunidade:

- A dimensão ambiental conseguimos facilmente deduzir que diz respeito ao comportamento da empresa relativamente a questões ecológicas: como fazem a gestão de recursos, se recorrem ao tratamento de resíduos, se utilizam eficientemente a energia que consomem, por exemplo;

- Já a dimensão social não é tão óbvia. Também é um critério de sustentabilidade a forma como a organização gere as relações não só com os seus colaboradores, mas também com os fornecedores, clientes e comunidade onde se insere. Uma empresa pode até vender os produtos ambientalmente mais perfeitos do mercado, mas trabalhar com parceiros que não partilham dos mesmo valores, ou que não oferecem boas condições aos seus trabalhadores;

- Por sua vez, a governança diz respeito às políticas e à ética da empresa e aborda questões como as políticas de remuneração, a transparência da empresa para com os seus clientes no que diz respeito às suas práticas, a diversidade do seu conselho administrativo, entre outros.

Apesar destes critérios nos ajudarem a fazer escolhas mais conscientes na hora de comprar, tem surgido um novo entrave: o greenwashing. Ao verem o aumento da consciência coletiva em relação ao estado dos nossos ecossistemas, muitas marcas apostaram de forma gananciosa numa comunicação falaciosa que as faça parecer sustentáveis, quando na verdade esse não é o caso. Essa comunicação incide sobretudo nas questões ambientais e ecológicas dos seus produtos ou iniciativas. Por exemplo, comunicam que um produto é certificado sem fazerem referência à entidade certificadora; gabam-se de não usar certas técnicas, quando na verdade essas técnicas já são proibidas há vários anos.

Os valores da MaxiLeaf estão alinhados com uma política de transparência. No nosso site pode encontrar mais informações detalhadas sobre a nossa relação com a ecologia, como é o nosso processo de produção, quais os nossos objetivos para o futuro e que compromisso temos com a nossa comunidade e com o planeta. Aproveite e confira a nossa linha de produtos, todos produzidos com consciência!


Ilustração de: Sustainability Illustrated

Autor

Francisca Gomes

Deixe o seu comentário sobre este artigo

O formulário foi submetido com sucesso.
Campo de preenchimento obrigatório.
Campo de email inválido
Campo com limite máximo de caracteres
Este campo não coincide com o anterior
Campo com limite mínimo de caracteres
Ocorreu um erro na submissão, por favor reveja o formulário.

* Campos de preenchimento obrigatório.